Avançar para o conteúdo principal

Eu sei o que fizeste na Sexta-Feira passada...

Deitaste-te às 4 da manhã porque estiveste a fazer uma maratona de “Arrow” com o teu marido e com a tua prima, a julgar que ainda tens 20 anos como ela e que no dia seguinte te levantarias fresca como uma alface...

Mas como seria de prever isso não aconteceu, e no Sábado acordaste com sono, muito sono, e estiveste o dia todo a evitar o sofá, sob pena de adormeceres e acordares 3 dias depois, e com uma dor de cabeça gigante, que nem com o comprimido milagroso que a mãezinha te deu passou...

A isto junta-se o facto de ser fim de semana e os teu filhos estarem cheios de energia, porque foram para a cama a horas decentes e dormiram 10h. Tal e qual como mandam as boas regras para o desenvolvimento de filhos saudáveis (e que tu eventualmente também devias considerar)...

O dia foi-se passando consoante o possível, com imensas actividades (claro está) e um passeio por Valletta, que a determinada altura mais me pareceu estar na valeta, pois nem por um segundo consegui encostar a cabecinha e cochilar. Mas entretanto chegou a noite, e não há cabeça estúpida (porque só uma estúpida se deita às 4h da manhã, quando sabe que tem 2 filhos pequenos para aturar no dia seguinte) e cheia de sono que aguente tanta pergunta. Acabámos de sair de casa para café e uma fatia de bolo em casa de uns amigos aniversariantes (com a promessa de um gin tónico, que na verdade fez mais efeito que o comprimido) e a minha filha já está a perguntar: “Ainda falta muito?”

Ao que eu respondo, porque já mais ninguém se dá ao trabalho de responder sempre à mesma pergunta: “oh filha não, ainda agora saímos de casa, são mais uns minutos... e por favor não faças tantas perguntas (repare-se que a criança só fez uma, mas é sempre a mesma, caneco)!!

Ao que ela me diz em jeito irónico e matador de qualquer mãe, com ou sem sono: “oh mãe, se eu não fizer perguntas não aprendo”! (o silêncio no carro foi geral, mas eu consegui ouvir os risos entalados entre bocas mal fechadas e mãos a tapá-las, engraçadinhos, todos).

Toma, embrulha e mete no bolso, e para a próxima vai para a cama a horas decentes, como qualquer outra mãe de dois, e com 21 anos em cada olho (só para não passar a vida a escrever 40 (e dois)).


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Fim da escola/ vivam as férias (ou não)....

Amanhã acaba o colégio! Amanhã começam as férias grandes! Para muitos pais isto é uma dor de cabeça... nós, mais uma vez, temos a sorte de ter duas avós maravilhosas que tomam conta deles, para grande alegria dos miúdos e das avós e, descanso dos pais.
O mês de Julho ficam na ilha com a avó Zezinha, vão a banhos todos os dias, têm aulas de natação logo pela manhã, brincam como lhes apetece e ficam tão cansados que à noite é vê-los tombar. O mês de Agosto vão a Portugal e ficam à responsabilidade da avó Barbara, adoram lá estar, fartam-se de passear, e na hora da despedida pedem sempre para ficar mais uns dias. Entre uma avó e outra passam 3 semanas com os pais. Depois, pais e filhos descansam uns dos outros, a avó Zezinha recupera as forças, e no início de Setembro voltam à ilha para se prepararem (que depois de 2 meses de boa vida é precisa muita mentalização) para mais um ano escolar, fazem revisões da matéria dada, compram-se os livros e materiais, mas continuam a ir a banhos até …

O que eu gostava mesmo, mesmo...só que não!

Sabem o que eu gostava mesmo, mesmo?
Ser hiper mega organizada e preparar os posts do blog com uma semana de antecedência, e mostrar umas fotos super fashion, e fazer uns posts fofinhos e aparecer em todos os feeds e pumbas, ser a maior!
Só que Não!!
Porque essa não seria eu, porque eu não sou hiper organizada, quanto mais mega, porque mesmo depois de fazer uns workshops (com pessoas super profissionais) para ser mais organizada e aprender a fazer uns posts giros e como devem ser, não faço nada, porque o que eu gosto mesmo é de ser espontânea e postar o que me apetece, às vezes com as fotos tortas, porque mesmo não sendo super fashion eu assumo o meu estilo, porque eu gosto da minha vida tal como ela é, e sou feliz com todas as minhas falhas! O entrevidasecoisas é isto e não faz sentido ser outra coisa!
Obrigada a quem nos segue e aceita tal como somos.
ps - este post por acaso foi escrito ontem, num dos meus momentos de reflexão ao Domingo, mas só saiu hoje porque nos entretantos há …

Ano Novo "same old life folks"

Então Bom Ano outra vez! Sim, porque hoje a grande maioria volta ao trabalhinho e vai perceber que nada mudou! E desculpem-me a tinhosice logo de manhã e ao dia 2, mas vamos lá ser realistas agora que já passou o efeito do champanhe! E as listas de resoluções e planificações e novas decisões, tudo a postos para fazer o “check list”? (tinhosice outra vez)
Bom, vou deixar-me de ironias e falar a sério sobre isto...

Quanto a vocês não sei, mas para mim a passagem do ano é literalmente isso, passar de um ano para o outro sem grandes mudanças ou novidades, o que eu agradeço, até porque gosto de acordar no dia 1 com os do costume e com tudo no mesmo sítio (vá, alguns copos fora do sítio, a casa mais suja que o habitual, mas isso foi só por causa de mais uma festa). Não adianta fazer 500 mil listas de “ano novo” se durante o resto do ano não cuidarmos de nós, não acarinharmos os que mais gostamos, não tomarmos as rédeas da nossa vida e irmos à luta! Pensem nisto e agora vejam lá se fizeram iss…