Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2016

Cenas de rua ao Domingo...

Este Domingo tivemos direito a uma cena de rua do meu filho mais velho... na verdade parece que fez uma actualização do “jogo teenager ao ataque”, porque foi o Domingo todo a tentar passar vários níveis...
O meu marido sugeriu irmos almoçar fora, ao que eu disse logo que sim (até porque isto de ser famosa na (minha) cozinha é um bocadinho cansativo), desde que não tivesse que me enfiar no carro e passar 1h no trânsito (e o trânsito na ilha quando chove é de cortar os pulsos (eu sei que até calhava bem porque é Halloween e tal, mas não, não vai acontecer))...
Aqui começaram logo os trabalhos (estes níveis deixam-me exaurida, têm muita conversa)... Dizia ele que queria ir ao KFC! Não, disse eu... Dizia ela que queria ir ao McDonald´s! Não, disse eu... Ele começou logo com 500 mil argumentos (nenhum de jeito) e só se calou quando eu disse que a continuar assim já não íamos a lado nenhum... Depois de sairmos de casa, a coisa correu tão mal que ao fim de 500 metros (barreiras) eu disse: V…

Aqui está a prova...

Eu não vos disse que ia ter mais cuidado com a minha alimentação? Aqui ficam as provas de quatro dos almoços da semana passada! Não custa nada preparar estes almoços, são 5 minutos e só têm vantagens, para a saúde e para a carteira!

Saladas no frasco 1 azeite e vinagre balsâmico a gosto tomate cherry cuscus mozzarella azeitonas
2 azeite e vinagre balsâmico a gosto alface e tomate (que sobrou da véspera e que como não estava temperada deu para usar no dia seguinte) cuscus mozzarella
Sanduíches de pão de sementes (cortei ao pão branco) 1 queijo fresco temperado com sal e um fio de azeite
2 maionese (pouquinha) ovo cozido fiambre fumado
Ah, e a batatinha frita que se vê na foto? As batatinhas fritas são da Eat Real - gluten free, menos 48% de gordura das batatas fritas normais e menos sal - estas até os miúdos levam para a escola de vez em quando.

Bom apetite!

Life doesn´t have to be perfect to be wonderful...

Hoje abri o Pinterest e levei com esta: 

E pensei (quando isto acontece sai mais uma pseudo lição de vida):  Isto é tão verdade como o Sol ser uma estrela! Mas também é verdade que muitas vezes confundimos os dois conceitos e achamos que a vida só é maravilhosa quando é perfeita... Mas afinal o que é uma vida perfeita? Isso existe? Eu já cá ando há 40 (e dois) anos e não me parece que essa coisa exista...
Mas vamos lá “destrocar” isto por (no meu tempo dizia-se por miúdos, mas hoje é melhor não arriscar) cenas práticas (é só visualizar a cena, ok):
“Perfeita” é a vida da vizinha que tem empregadas para tudo (uma chegava-me) e passa a vida nas compras e no ginásio (prefiro correr ao ar livre, odeio salas com gente que tem a mania que puxar ferros dá estilo)... mas quando perdes 2 minutos a falar com ela, percebes que é a pessoa mais infeliz que já conheceste, porque se sente uma inútil e não dá uma para a caixa, porque nem uma conversa de 5 minutos (vá, dei-lhe mais 3 minutos para que…

"Disco light"...

“Disco light” Sabem o que é? Não?
Se lerem o “post” de hoje vão ficar a saber...
A caminho de mais uma aula de ballet diz ela: Mãe, hoje quase me esqueci dos envelopes para a Molly e para a Emilia? Mãe: Que envelopes? Não sei do que estás a falar... Filha: É que eu fiz uns desenhos para as minhas amigas e pus nuns envelopes (percebi agora porque é quando preciso de um nunca há). Para a Molly tinha um “M” e para a Emilia uns pontos coloridos como as luzes de uma “disco light”! Mãe: o meu coração ficou aos pulos e a cabeça deu não sei quantas voltas a tentar perceber, antes de perguntar, como é que ela sabia o que era uma “disco light”, até que perguntei: “E o que é uma disco light”? Filha: mãe, é aquela bola que se usa nas festas, feita com vidrinhos pequeninos e quando batem as luzes dão muitas cores, estás a ver? Mãe: sim estou, mas tu já viste uma? Filha: siiiim, na casa da Emilia, ela tem uma no quarto!
Por momentos pensei que a minha filha tinha uma vida dupla! Bom saber que a am…

O sonho de qualquer mãe e o pesadelo de qualquer filho adolescente...

Hoje de manhã, em mais uma das minhas viagens de autocarro para a “valeta” (para quem não sabe, Valletta é a capital de Malta, cujo nome é excelente para umas piadas em Português) assisti a uma cena deliciosa entre mãe e filho.
Ele, um adolescente de borbulhas no rosto e ar tímido, ela, uma “micro-mãe” com ar de valente e de quem enfrenta a vida com o sorriso nos lábios. Entraram e sentaram-se, ambos muito sorridentes e felizes, a mãe deveras orgulhosa por ter o seu rapaz sentado ao seu lado, sem “phones” nos ouvidos e em amena cavaqueira com ela; ele, visivelmente feliz (até podia ser porque a miúda lhe disse que saía com ele, mas o certo é que partilhou essa felicidade com a mãe) e bastante atencioso com a mãe e ao que ela dizia...
Foi quando eu pensei: será que o meu rapaz, daqui as uns 3 ou 4 anos, também vai andar assim, feliz, comigo no autocarro? Ou vai andar de "phones" nos ouvidos e fazer de conta que não me conhece, mesmo que o lugar ao meu lado esteja livre? E…

Vou ali de fim de semana... pensar!

Antes de mais quero agradecer a todas as pessoas que por aqui passam e perdem o seu tempo a ler as vidas e as coisas desta família! Obrigada :-)
Quero também dizer-vos que não sou blogger de profissão e, por isso, tudo o que por aqui é escrito, de forma mais ou menos séria (porque às vezes também é preciso dizer uns disparates), é escrito nas horas livres (que são sempre muito poucas) e às vezes a correr “muito depressa”. Posto isto, não se admirem vocês se alguns dos meus “posts” não fizerem sentido nenhum ou não terem nada a ver uns com os outros... tal como foi dito, aqui há uns tempos atrás, neste blogue escreve-se sobre tudo e mais alguma coisa, sejam coisas que me passam pela cabeça, coisas que leio, coisas que vejo ou me (nos) acontecem, sem pretensões a nada, nem mal dizer... outra coisa que pode acontecer é lerem por aqui temas abordados noutros blogues, é normal, não falta por aí gente que sabe da poda e faz a coisa bem feita e com muita piada (mas lá chegaremos)...
Como sa…

Ser mãe às 6.20 da manhã é muito cansativo...

Quando o despertador toca às 6.20 da manhã, o meu primeiro pensamento é: já?! que dia é hoje? De seguida levanto-me, sempre com imensa dificuldade em abrir os olhos remelgados e dar ordens às pernas para andar... Desço ao andar de baixo e levo logo com meia dúzia de lambidelas, se não estavas acordada, agora já estás...e com sorte ainda te limpa as remelas dos olhos... 5 segundos de pausa para perceber por onde devo começar... ah sim cortar a fruta para o pequeno almoço das crianças, porque é melhor comerem em casa do que a levarem para a escola, porque se a levam para a escola fica toda melada e depois não a comem, e a fruta é fundamental, até porque ajuda os intestinos a trabalharem com regularidade (bolas, quando é que foi a última vez que limpei o rabo a ela? não me lembro, tenho de estar atenta, não vá ela esquecer-se de ir à casa de banho só porque está a brincar)... Leites/ iogurtes nas canecas e torradas/waffles quase prontos (sim porque podiam facilitar a coisa e comerem igu…

Estás de mau humor? Então lê este artigo...

Já aqui falámos daqueles dias em que estamos do contra, em que acordamos a achar que o “mundo se uniu para nos tramar” e por sinal até acordámos com uma “borbulha no rosto”, só para ajudar...
Na verdade não há razão nenhuma aparente para estarmos assim, mas pronto, estamos e nem vale a pena tentar perceber porquê! E agora, vamos ficar assim o dia todo? A semana toda? Ai credo, não há quem aguente e, além do mais, faz mal à pele e não ajuda à circulação sanguínea (e como já não vamos para novas é preciso ter cuidado com estas coisas). Por isso, ficam aqui algumas dicas para reverter o mau humor e deixar toda a gente ruída de inveja com a nossa boa disposição:
1 - Sorria - mesmo que não te apeteça, põe-te em frente ao espelho e simula uns sorrisos, ao fim de uns minutos vais começar a rir-te naturalmente, quanto mais não seja por causa das caras idiotas que estás a fazer (isto não é difícil, “sorrisos falsos” é o que mais gosto de fazer, só para não dar o gostinho aos outros de me ve…

Mudanças de Outono...

Não, não vou pedir o divórcio, não vou mandar os putos para um colégio interno, não vou por a avó num lar de terceira idade, não vou mandar o cão para o canil nem fazer de conta que não conheço o meu irmão...mas é certo que me apetecia uma mudança e nada melhor que um corte de cabelo (um grande corte) para me sentir melhor...
Verdade seja dita que o Outono é para mim a altura do ano em que tomo mais decisões, e não no fim do ano como a maioria da pessoas. De forma inconsciente, ou talvez não, é nesta altura que programo o ano seguinte e aquilo que quero mudar na minha vida, muito embora não faça grandes planos ou mudanças de maior, pois gosto do rumo que a minha vida tomou e dou-me bem com ela...
Para já decidi ter mais cuidado com a alimentação (não pensem que tomei alguma decisão radical e deixei de comer batatas fritas e gelados, gosto muito de mim para essas maluquices) e fazer exercício físico todos os dias (puxar ferros não é a minha praia, por isso vão continuar a levar com as…

Eu, uma Portuguesa em Malta...

A semana passada o programa Portugueses pelo Mundo falou sobre os Portugueses em Malta, é triste dizer isto, mas para mim o programa foi uma desilusão...não pelas pessoas que apareceram, até porque só conheço uma (e essa esteve muito bem), mas pela reportagem em si. Malta é muito mais do que aquilo que mostraram ou foi dito...
É verdade que ninguém respeita as filas, é verdade que a alimentação é mais cara, é verdade que por vezes temos a sensação que andámos para trás no tempo, mas também é verdade que as pessoas são muito prestáveis, que é um país seguro para viver, que as praias são maravilhosas e se vive a um ritmo diferente, mais calmo... Mas há muito mais para mostrar de Malta do que o programa mostrou e, se eu não vivesse cá, confesso que não teria ficado com vontade nenhuma de vir conhecer esta ilha plantada no meio do mediterrâneo...
Se querem ficar a saber um bocadinho mais de Malta, cuja a forte presença Portuguesa no século XVIII (tivemos 2 importantes Grão-Mestres, Antón…

Vestir de igual... É prá menina e pró menino!

Quem tem filhas já caiu na tentação de vestir igual... Eu já e adoro! Nem sempre é fácil conseguir encontrar duas peças iguais em tamanhos tão diferentes, mas para gente pequenina como eu a coisa fica mais fácil :-). Geralmente compro na Zara, pois o tamanho 13/14 para tudo o que são blusas e t-shirts serve-me lindamente.
Hoje estamos de calções de ganga e blusas às riscas (compradas no ano passado na Okaidi)

Mas ontem não resisti a comprar estas duas t-shirts na Zara, até porque adorei a frase em lantejoulas vermelhas!

Mas para quem tem meninos, vestir de igual não é difícil, muito pelo contrário, ficam aqui algumas ideias, que vou com toda a certeza copiar... (Já estou a magicar os modelitos, eu e o meu rapaz de igual, um "must")


"Make upar" outra vez ...

Hoje voltamos à “Make up”! Usar maquilhagem é uma coisa que faço desde longa data, se bem me lembro teria uns 14 anos quando comecei a usar diariamente o lápis preto nos olhos e o blush...
Lembro-me também, que muito embora o Carnaval não fosse a minha festa preferida, aliás era raro mascarar-me, eu era particularmente fã desta festarola porque podia usar maquilhagem e andar de sapatos altos sem ninguém me chatear! Até podia ir para o colégio de uniforme (que era o habitual, ao contrário de todos os amiguinhos), mas sem maquilhagem e sapatos altos é que não, e como era Carnaval, ninguém levava a mal!
Nunca aspirei ser eleita palhacita do ano, por isso a minha maquilhagem foi sempre, e é, muito suave, e como já disse aqui, ao fim de semana, se não tiver nada programado, ando sempre sem maquilhagem e não tenho problemas nenhuns em sair à rua assim...
Dito isto, nos dias de hoje, seja qual for o tamanho da carteira, ando sempre com a minha bolsa de maquilhagem...Confesso que já andei co…

Se tenho sorte? Tenho muita sorte...

Todas as vezes que ponho umas fotografias catitas na praia ou do nascer do sol, ainda recebo assim umas mensagens sarcásticas, e não me estou a referir aos amigos que me “insultam” em público, a esses eu agradeço, pois é sinal que ainda gostam de mim! Refiro-me aos outros, que o fazem em privado e me dizem a roerem-se de inveja: “à que sorte!” “tu é que estás bem!” “que rica vida e tal...”
Acham mesmo que tenho uma rica vida? Então agora vamos lá ver isto de outra maneira...
Deixei o meu país,  a profissão (e um emprego seguro) que escolhi e a carreira que construi por mérito próprio (só foram 16 anos), deixei a minha casa, que comprei com empréstimo ao banco (e que continuo a pagar) e que me esfalfei para decorar, deixei os amigos (e quem me conhece sabe que são o meu bem mais precioso), deixei família (alguns deles fazem parte dos meus melhores amigos), deixei a cidade que me viu crescer, os sítios que adorava ir, as cores, as caras familiares e os hábitos que me faziam feliz...por…

"Airy Blue" à segunda-feira...

O prometido é devido e aqui fica uma das minhas escolhas para esta estação... A Mango Online já está com descontos e se tivesse que escolher algumas das peças que estão por lá, com preços acessíveis e considerando as cores que se vão usar este Outono/Inverno, este seria um dos modelitos, a que lhe podemos juntar um casaco de ganga se quisermos um look menos formal, ou um blazer branco e um lenço, se a ocasião for mais formal.


Obrigadinha, ó designers!

Hoje deixo-vos com as cores que se vão usar neste Outono/Inverno, e que só por acaso, são as que eu gosto mais! O meu (sarcástico) muito obrigada a todos os designers de moda por se terem lembrado de mim! Eu fico muito lisonjeada, mas não havia necessidade, até porque se o meu marido sabe manda já cancelar os cartões todos!
Não, não vou a correr comprar roupa nova, até porque sendo estas as cores que eu mais gosto, tenho algumas peças que vão fazer o “match” perfeito para esta estação. Mas ainda assim vou ver o que anda por aí a bom preço e prometo partilhar...

E como prova de que gosto muito destas cores, aqui fica um bocadinho do meu modelito de hoje - verniz cor "dusty cedar" e vestido de malha cor "lush meadow"! :-)

Amamentação em público....

Esta semana vi um vídeo no FB que me deixou revoltada...
Sou mãe de dois e dei de mamar aos dois. Ele durante 6 meses, mais ou menos até começar a trabalhar, ela durante 3 meses. Não foi fácil, de nenhum dos dois, ele porque era prematuro e teve dificuldades em começar a mamar com regularidade e a quantidade que eu precisava para ficar aliviada, ela porque mamava demais e eu ficava exausta, e sem capacidade de produzir o leite que ela precisava. Depois destas desventuras, a coisa com ele regularizou e foi até aos 6 meses, quase sempre de 2 em 2 horas, com ela, mesmo apesar do desgaste, a coisa até correu bem até aos 3 meses, depois tive de parar por causa de uma mastite e consequente toma de antibiótico, mas confesso que me custou imenso parar com a amamentação.
Se fosse hoje, voltava a fazer tudo igual, mesmo sabendo das dificuldades e das dores todas que tive. Respeito quem não o faz, quer seja por decisão própria, quer seja por motivos alheios à sua vontade. Tenho amigas que não d…

"Fashion girl" mas pouco...

Tenho uma amiga que me chama “fashion girl”, e eu confesso que até gosto, mas a verdade é que não sou nenhuma “fashionista”, nem nada que se pareça, assim como também é verdade que não aspiro ser. Também não é mentira nenhuma que gosto de moda (coisa que vocês já perceberam há muito), e tento estar mais ou menos informada sobre as últimas tendências, seja através da internet ou das revistas da especialidade (que compro cada vez menos, porque são caras, e aqui em Malta muito mais).
Quero com isto tudo dizer que, gosto muito de tudo o que é roupa, sapatos, carteiras, acessórios e coisas que tal, e que se pudesse até comprava com mais frequência alguns modelitos, mas não posso! O orçamento não permite e como roupa não me falta, porque graças a deus sou daquelas abençoadas que só mudou de número quando esteve grávida, o que me permitiu ir guardando a roupita toda, vou dando largas à imaginação e misturando as peças conforme as tendências. Não pensem vocês que o meu guarda-fatos se deve a…

Fui "Yogar" e gostei...

Há uns bons anos atrás uma amiga desafiou-me para ir fazer uma aula de Yoga... depois de alguma insistência (e muito pouco convencida) cedi e fui... até porque sou daquelas que primeiro prova, e depois diz se gosta ou não. Naquela mesma altura eu fazia step e aeróbica quase todos os dias da semana e yoga não era bem “a minha cena”, mas fui, até para matar a curiosidade... e como é lógico, correu mal... a determinada altura estava mais irritada do que relaxada, e nunca desejei tanto que uma aula acabasse (nem mesmo quando andava a estudar)!
Passados estes anos e depois de muito exercício aeróbico pelo meio, 2 filhos e alguma maturidade, achei que era altura de voltar a experimentar uma aula de yoga... mais do que um exercício físico, para mim yoga é um estado de espírito, do qual só se tira benefícios se a cabeça estiver preparada e predisposta para a prática do mesmo... para mim é igualmente importante a empatia com o professor, o que não aconteceu da primeira vez...

Desta vez os fac…

Fomos ver a Bridget...

Eu, a minha mãe e uma amiga, fomos ontem à noite ver a Bridget Jones e o seu bebé! Adoramos! Não que o filme seja uma obra prima do cinema, mas é divertido, descontraído e dá para dar umas boas gargalhadas, que é tudo o que se precisa a um Sábado à noite, depois de uma semana acordar às 6.30 da manhã e algum stress à mistura! Mr. Darcy não desiludiu e Mc. Dreamy também não, sobretudo quando se atira para a piscina! Bridget Jones está mais polida, mas não perdeu o seu encanto. Gostei e recomendo, sobretudo para quem está a precisar de dar umas boas gargalhadas :-)
As crianças ficaram com os pais e quando chegámos a casa estavam sentadas no sofá, sossegadas, a ver o filme da Frozen, o meu rapaz inclusive... às vezes os pais fazem milagres!


Uma "cliente" de palmo e meio...

Uma amiga da minha filha pediu-me para lhe fazer uma carteira de uns calções de ganga, e eu fiz! Foi feita com muito carinho, espero que a minha "cliente" de palmo e meio goste!