Avançar para o conteúdo principal

Fevereiro é meu/ February is mine

Porque Fevereiro é o meu mês e o meu aniversário é já esta semana, vou lançar-vos este desafio: eu respondo às perguntas 1 a 9 e vocês à número10, 0k?
  1. O meu lugar favorito - praia
  2. Destino de sonho - Chile
  3. Uma coisa que me dá prazer - ler quando tomo o pequeno-almoço
  4. Toda a gente precisa de... - um amigo
  5. As minhas 3 prioridades - a educação dos meus filhos, viajar e ser feliz;
  6. Um defeito - ser pouco paciente
  7. Um momento que nunca esquecerei - o dia em que disse ao meu pai que estava grávida
  8. Filme preferido - Africa Minha
  9. Uma frase inspiradora - “Whatever you decide to do, make sure it makes you happy”
  10. Uma palavra sobre mim?
Because February is my month and my birthday is this week, I would like to play a game with you: I will answer the questions 1 to 9 and you guys will answer question 10, ok?
  1. My favourite place - beach
  2. Dream destination - Chile
  3. Something that makes me happy - read when I am having my breakfast
  4. Everyone needs... - a friend
  5. My top three priorities - my kid's education, to travel and being happy
  6. One negative quality about me - lack of patience
  7. A moment you will always remember - when I told my father I was pregnant
  8. My favourite movie - Out of Africa
  9. A quote that inspires me - “Whatever you decide to do, make sure it makes you happy”
  10. A word that describes me?
Let´s have some fun!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Fim da escola/ vivam as férias (ou não)....

Amanhã acaba o colégio! Amanhã começam as férias grandes! Para muitos pais isto é uma dor de cabeça... nós, mais uma vez, temos a sorte de ter duas avós maravilhosas que tomam conta deles, para grande alegria dos miúdos e das avós e, descanso dos pais.
O mês de Julho ficam na ilha com a avó Zezinha, vão a banhos todos os dias, têm aulas de natação logo pela manhã, brincam como lhes apetece e ficam tão cansados que à noite é vê-los tombar. O mês de Agosto vão a Portugal e ficam à responsabilidade da avó Barbara, adoram lá estar, fartam-se de passear, e na hora da despedida pedem sempre para ficar mais uns dias. Entre uma avó e outra passam 3 semanas com os pais. Depois, pais e filhos descansam uns dos outros, a avó Zezinha recupera as forças, e no início de Setembro voltam à ilha para se prepararem (que depois de 2 meses de boa vida é precisa muita mentalização) para mais um ano escolar, fazem revisões da matéria dada, compram-se os livros e materiais, mas continuam a ir a banhos até …

Vamos falar sobre as minhas unhas dos pés?

Há cerca de um mês recebi mensagem privada, que destas coisas não se fala em público, sobre o facto de andar com as unhas dos pés por pintar enquanto publicava looks do dia e usava as hashtags #fashion e #blogger, aproveito para dizer que as das mãos também andam a maior parte das vezes por pintar, caso não tenha reparado!

Quer-me parecer que pintar ou não as unhas, independentemente do que publico e das hashtags que uso, ainda é algo que só a mim me diz respeito. Ainda... Se fica feio ou não, isso já é outra conversa, e tenho de concordar que tanto os pés como as mãos ficam mais bonitos com as unhas pintadas. Dito isto, e em minha defesa, tenho que acrescentar que o facto de não ter as unhas pintadas não significa que não ande com os pés e com as mãos arranjadas. O mesmo não se poderá dizer de muito pé que circula por aí alegremente de unha pintada, enquanto que o pé, ele próprio, carece de muito cuidado...

Já agora (há sempre um já agora) aproveito também para dizer que é raro pint…

Eu, uma Portuguesa em Malta...

A semana passada o programa Portugueses pelo Mundo falou sobre os Portugueses em Malta, é triste dizer isto, mas para mim o programa foi uma desilusão...não pelas pessoas que apareceram, até porque só conheço uma (e essa esteve muito bem), mas pela reportagem em si. Malta é muito mais do que aquilo que mostraram ou foi dito...
É verdade que ninguém respeita as filas, é verdade que a alimentação é mais cara, é verdade que por vezes temos a sensação que andámos para trás no tempo, mas também é verdade que as pessoas são muito prestáveis, que é um país seguro para viver, que as praias são maravilhosas e se vive a um ritmo diferente, mais calmo... Mas há muito mais para mostrar de Malta do que o programa mostrou e, se eu não vivesse cá, confesso que não teria ficado com vontade nenhuma de vir conhecer esta ilha plantada no meio do mediterrâneo...
Se querem ficar a saber um bocadinho mais de Malta, cuja a forte presença Portuguesa no século XVIII (tivemos 2 importantes Grão-Mestres, Antón…